17 julho 2019

Data Limite de Chico Xavier: Extraterrestres nos deram um prazo de 50 anos para salvar a humanidade?

Você já ouviu falar no famoso brasileiro Chico Xavier? Você sabia que estamos atualmente em liberdade condicional? Que esta permissão foi nos dada por extraterrestres? E o resultado disso determinará o destino humano?

Chico Xavier, também conhecido como Francisco Cândido Xavier, foi um extraordinário ser humano, nascido em Pedro Leopoldo, Brasil, em 2 de abril de 1910.

Chico Xavier era um homem de coração e alma compassivos, grande filósofo e divulgador da doutrina espiritual.

Como resultado de suas habilidades mediúnicas e bondade, ele atraiu pessoas de todas as denominações e mesmo aquelas que não pertenciam a nenhuma religião.

Ele tinha uma forte precognição de eventos futuros. Frequentemente, ele receberia mensagens extraterrestres – mensagens que estavam fora dos limites deste planeta.

Suas habilidades para processar e sintetizar essas mensagens levaram a várias profecias que se tornaram realidade.

Mas uma história de Chico é algo que diz respeito à nossa existência como civilização humana.

O prazo final – A Data Limite

20 de julho de 1969, é um capítulo histórico do nosso progresso. Nesta data, Neil Armstrong foi o primeiro homem a pisar na Lua e fazer sua linha de renome: “Isso é um pequeno passo para o homem, mas um salto gigante para a humanidade.”

Alienígensm , então, nos concedem um prazo de não-guerra. Segundo Chico, por ocasião da chegada de um homem na Lua, em julho de 1969, realizou-se um encontro entre as forças celestes do nosso Sistema Solar, para certificar o progresso moral da sociedade terrena.

As forças angélicas do nosso Sistema Solar estavam preocupadas com o impacto nocivo da humanidade no equilíbrio planetário.

Levando em consideração que as nações mais poderosas do planeta se armaram a um grau sem precedentes, a questão nuclear foi levantada, juntamente com a questão das armas de destruição em massa.

E a partir desse momento, foi decidido após prolongados debates, segundo Chico, um prazo de 50 anos, a partir de 20 de julho de 1969 a expirar em 20 de julho de 2019.

Se não ocorresse uma guerra autodestrutiva nestes 50 anos, podemos esperar realizações fenomenais da ciência humana, a partir da Lua.

Em julho de 1969, um prazo de 50 anos começou.

Extraterrestres nos assistem. Chico falou sobre as duas oportunidades que temos como humanidade e este prazo. Ele chamou esse prazo de “a hora final” , que é a última chance para a humanidade progredir com a paz.

Nós teríamos dois caminhos para escolher. O caminho do bem – um caminho de respeito mútuo entre as nações. Um caminho que não deveria incluir guerras nucleares.

Se conseguirmos viver dessa maneira até a “hora final” , estaremos prontos para entrar em uma nova era de nossa existência. Consequências surpreendentes afetarão todas as esferas de nossas vidas.

Entraremos mais rápido em um processo de regeneração e recuperação planetária a partir de julho de 2019. Se e somente se as nações apoiarem uma a outra e não se envolverem em uma guerra de extermínio, o que teria consequências devastadoras para todos.

Se a humanidade escolher a pior opção – iniciar uma guerra nuclear, quem porá fim a ela será a própria Terra, exaurida pelos excessos humanos, pela exploração humana dos recursos naturais e pela punição da natureza.

A própria Terra responderá com terremotos e vulcões devastadores, levando a efeitos inimagináveis, especialmente para o hemisfério norte do planeta. Que neste caso ficará inabitável.

20 de Julho de 2019

Se aprendemos a nossa lição, nenhuma próxima Guerra Mundial irá acontecer. É claro que os conflitos locais continuarão a existir e cobrirão todo o planeta, mas um envolvimento global em um conflito certamente seria um desastre insuportável e inaceitável.

O post Data Limite de Chico Xavier: Extraterrestres nos deram um prazo de 50 anos para salvar a humanidade? apareceu primeiro em Arquivo UFO.



Read More

Thanks to a small stick with two cactus needles on its end, we...



Thanks to a small stick with two cactus needles on its end, we know that Native Americans in the southwest USA were tattooing each other as early as 2,000 years ago. Which is much, much earlier than previously believed. The artifact in question is made of a sumac twig handle, two small prickly pear cactus spines, and yucca-leaf trips to hold the spines on the handle.

If you look closely you can see that the tips of the needles are stained with a black pigment. Analyses show the pigment matches the proper depth to pierce and stain the epidermis. This was not a first, fumbling attempt but a workable tool, one that was used before it was eventually thrown away.

The artifact comes from a midden heap at the Turkey Pen site near Bear Ears National Monument, which was occupied by the Ancestral Puebloan civilization from roughly 50 BCE to 200 CE. It is the first evidence that the Ancestral Puebloan peoples practiced tattooing.

Elsewhere in the world, the rise of tattooing is associated with agriculture and increases in population. Ancestral Puebloans were undergoing just such a population increase when the tool was made. Archaeologists on the project speculated, therefore, that community members’ tattoos may have strengthened a sense of social identity, as the world quickly changed around them.

Read More

Wellness

Read More

A Special Message

Read More

Apollo 11 Astronaut Michael Collins Talks to Apollo 11 and Artemis 1 Launch Teams


Then and Now: Apollo 11 astronaut Michael Collins talks to Apollo 11 and Artemis 1 Launch Teams in Firing Room 1 at Kennedy Space Center.

from NASA https://ift.tt/2JBx67u
via IFTTT
Read More

VISIT –> https://ift.tt/1C5VtOf to...



VISIT –> www.all-about-psychology.com/carl_jung.html to learn all about the life and work of Carl Jung and access free full-text articles by Jung, including ‘On The Psychology and Pathology of So-Called Occult Phenomena’.

Read More
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
eXTReMe Tracker