09 novembro 2018

Sh*t Is An Old, Old Word

It can be traced back to Middle English, around the year 1000 CE, along with turd and arse. Making it one of the true Anglo-Saxon words left in English.

The word probably originated much earlier than it can be traced. Because, well, swear words tend not to get written down. They are spoken, slang words. Another piece of evidence that sh*t is older than 1000 CE is that similar words exist in other languages in the Germanic family including Dutch, Icelandic, and of course German. Which suggests that sh*t was born not in Middle English, but descended from a common ancestor in the original proto-Germanic language.

Sh*t was not always a taboo word. It initially meant, very specifically, diarrhea in cattle.

Read More

Flooding Along the Nueces River


On Nov. 1, 2018, the Operational Land Imager (OLI) on Landsat 8 captured a false-color view of flooding along the Nueces River in a series of storms that have delivered historic amounts of rain to central Texas.

from NASA https://ift.tt/2PoiUDd
via IFTTT
Read More

Simpatia contra fofoca

Para evitar que pessoas invejosas espalhem fofocas contra você, use a seguinte simpatia.
Faça um saquinho de tecido preto.

Dentro dele, coloque uma pimenta dedo-de-moça, um ramo de arruda e um pingente em forma de figa.

Feche o saquinho e defume-o na fumaça de um incenso de arruda.

Carregue o patuá com você, na bolsa ou no bolso, durante sete dias e depois o descarte em uma encruzilhada.

Faça novamente a simpatia sempre que achar necessário.
Read More

VISIT –>...



VISIT –> www.all-about-psychology.com/child-psychology.html for quality child psychology information and resources.

Read More

Oração a Imaculada Conceição de Maria

Oração a Imaculada Conceição de Maria

8 de Dezembro

Ó Maria, Virgem Imaculada!
Saudamos-te e invocamos-te com as palavras do Anjo:
"cheia de graça" ,
o nome mais bonito,
com o qual o próprio Deus te chamou
desde a eternidade.
"Cheia de graça" és tu, Maria,
repleta do amor divino
desde o primeiro momento da tua existência,
providencialmente predestinada
para ser a Mãe do Redentor,
e intimamente associada a Ele
no mistério da salvação.
Na tua Imaculada Conceição
resplandece a vocação dos discípulos de Cristo,
chamados a tornar-se, com a sua graça,
santos e imaculados no amor.
Em ti brilha a dignidade de cada ser humano,
que é sempre precioso aos olhos do Criador.
Quem para ti dirige o olhar,
ó Mãe Toda Santa,
não perde a serenidade,
por muito difíceis que sejam as provas da vida.
Mesmo se é triste a experiência do pecado,
que deturpa a dignidade dos filhos de Deus,
quem a ti recorre
redescobre a beleza da verdade e do amor,
e reencontra o caminho que conduz à casa do Pai.

"Cheia de graça" és tu, Maria,
que aceitando com o teu "sim"
os projetos do Criador,
nos abristes o caminho da salvação.
Na tua escola, ensina-nos a pronunciar também nós
o nosso "sim" à vontade do Senhor.
Um "sim" que se une ao teu "sim"
sem reservas e sem sombras,
do qual o Pai celeste quis precisar
para gerar o Homem novo,
Cristo, único Salvador do mundo e da história.
Dá-nos a coragem de dizer "não"
aos enganos do poder,
do dinheiro, do prazer;
aos lucros desonestos,
à corrupção e à hipocrisia,
ao egoísmo e à violência.
"Não" ao Maligno,
príncipe enganador deste mundo.
"Sim" a Cristo,
que destrói o poder do mal
com a omnipotência do amor.

Nós sabemos que só corações convertidos ao Amor,
que é Deus,
podem construir um futuro para todos.
"Cheia de graça" és tu, Maria!
O teu nome é para todas as gerações
penhor de esperança certa.
A esta fonte,
à nascente do teu Coração imaculado,
voltamos mais uma vez
peregrinos confiantes
para haurir fé e conforto,
alegria e amor,
segurança e paz.
Virgem "cheia de graça",
mostra-te terna e solícita
aos habitantes desta tua cidade,
para que o autêntico espírito evangélico
anime e oriente os seus comportamentos;
mostra-te Mãe e vigilante guarda

para que das antigas raízes cristãs
os povos saibam tirar nova linfa
para construir o seu presente e o seu futuro;
mostra-te Mãe providente e misericordiosa
do mundo inteiro,
para que, no respeito da dignidade humana
e no repúdio de qualquer forma de violência e de exploração,
sejam lançadas as bases firmes
para a civilização do amor.
Mostra-te Mãe
especialmente de quantos têm mais necessidade:
os indefesos, os marginalizados e os excluídos,
as vítimas de uma sociedade
que com muita frequência sacrifica o homem
a outras finalidades e interesses.
Mostra-te Mãe de todos,
ó Maria,
e dá-nos Cristo,
a esperança do mundo!










Read More