31 agosto 2010

Limpeza e harmonização de ambientes


Image and video hosting by TinyPic Tudo é energia. E tudo emite vibração. Assim, o tempo todo estamos interagindo com energias e vibrações emitidas pelas pessoas, pelos objetos, e pelos lugares. Existem energias, ou radiações, elétricas, telúricas, cósmicas, etc. e a todo momento interagimos com estas energias, que são liberadas por computadores, microondas, aparelhos elétricos em geral, ondas de rádios, telúricas (emitidas pela própria terra), entre outras, inclusive as emitidas por nós mesmos e todas as pessoas e animais existentes na Terra.



É justamente por convivermos constantemente com tantas energias diferentes que precisamos sempre de cuidar das nossas próprias energias e vibrações, em especial porque geralmente os desequilíbrios energéticos fazem com que fiquemos doentes ou fragilizados em alguma área de nossa vida. Por outro lado, quando estamos energeticamente equilibrados, tudo tende a fluir de forma equilibrada, harmônica e feliz em nossas vidas. Assim, é importante cuidarmos de nossa própria energia o tempo todo. Além disso, é fundamental cuidarmos da energia dos ambientes onde vivemos e trabalhamos, já que tais energias nos afetam diretamente.


Sua casa está com boas energias?


A energia de um ambiente pode estar prejudicada por diversos fatores: desequilíbrio energético das pessoas que ali moram, trabalham e frequentam, energias densas presentes devido emissão de objetos e outros aparelhos, problemas entre pessoas que vivem ali ou vibrações emitidas do próprio ambiente, em especial vindas da própria Terra - as chamadas energias telúricas. É essencial para nosso equilíbrio que as vibrações e energias de nossa casa e ambiente de trabalho estejam em harmonia e, além disso, que nós também estejamos equilibrados e protegidos contra eventuais energias mal qualificadas.


Um das formas de detectar a presença de energias negativas é a radiestesia, cuja palavra significa sensibilidade às radiações e é a ciência que investiga as radiações naturais dos objetos, ambientes e seres vivos. Com a radiestesia, podemos investigar a existência de energias negativas bem como suas causas e origens. A partir daí, podemos harmonizar tais energias com técnicas como a radiônica.


A radiônica é a ciência que trabalha as energias e radiações detectadas pela radiestesia. Com ela, podemos promover a limpeza de um ambiente, sua harmonização e equilíbrio. Podemos também equilibrar e harmonizar pessoas e situações, fazendo com que tudo flua de forma positiva ao nosso redor.


Image and video hosting by TinyPic


É muito comum desequilíbrios energéticos em ambientes gerarem situações negativas nas vidas das pessoas que moram ou trabalham naquele lugar, como manifestação de doenças, por exemplo. Por isso é muito importante que tudo esteja em equilíbrio e harmonia, em especial o lugar onde dormimos. Isto porque enquanto dormimos estamos especialmente abertos às influências das energias negativas do ambiente e por isso é tão importante e essencial que nossa casa esteja completamente harmonizada e repleta de energia positiva. O primeiro passo, portanto, é cuidar da própria energia, mas sempre lembrando que é muito importante cuidar da energia do ambiente onde vivemos.


por Titi Vidal


Read More

24 agosto 2010

Terapia natural de respiração


Image and video hosting by TinyPicO nariz tem um lado direito e um esquerdo; usamos ambos para inspirar e expirar. Na verdade eles são diferentes: o direito representa o Sol, o esquerdo, a Lua. Durante uma dor de cabeça, tente fechar a narina direita e usar a esquerda para respirar. Dentro de cerca de cinco minutos a dor de cabeça deve ir embora. Se você se sente cansado, faço o contrário: feche a narina esquerda e respire pela direita. Num instante sentirá sua mente aliviada.



O lado direito pertence ao "quente" [Sol] por isso esquenta rapidamente, o esquerdo pertence ao "frio" [Lua].


A maior parte das mulheres respira com o lado esquerdo do nariz, então se resfriam rapidamente. A maioria dos homens respira pela narina direita e isso os influencia. Repare no momento em que acordamos, qual dos lados respira melhor, ou mais? Direito ou esquerdo?


Se for o esquerdo você se sentirá cansado. Então, feche a narina esquerda e use a direita para respirar, você se sentirá aliviado rapidamente. Isso pode e deve ser ensinado às crianças, mas é mais efetivo quando praticado por adultos.


Meu amigo costumava ter fortes dores de cabeça e sempre ia ao médico. Houve um tempo em que sofria de dores de cabeça literalmente todas as noites, ficando incapacitado para estudar.


Image and video hosting by TinyPic


Ele tomava analgésicos, mas não funcionavam. Ele decidiu tentar esta terapia de respiração: fechava a narina direita e respirava pela esquerda. Em menos de uma semana sua dor de cabeça foi-se. Continuou o exercício por um mês. Essa terapia alternativa natural, sem medicamentos é algo em que ele tem experiência.


Então, por que não tentar?


Namasté!


Read More

20 agosto 2010

Limpe seus rins


Image and video hosting by TinyPic


Os anos passam e nossos rins vão filtrando nosso sangue para remover o sal e outros intoxicantes que entram no organismo. Com o tempo, o sal se acumula e precisamos de uma limpeza. Como fazer isso? De um modo simples e barato: Pegue um maço de salsa e lave bem. Corte bem picadinho e ponha em uma vasilha com água limpa. Ferva por 10 minutos e deixe esfriar. Coe, ponha em uma jarra com tampa e guarde na geladeira.



Beba um copo todos os dias, e você vai perceber que o sal e outros venenos acumulados nos rins saem na urina. Você vai notar a diferença!
Há muitos anos a salsa é reconhecida como o melhor tratamento de limpeza dos rins. E é um remédio natural!


Sobre a Salsa


Image and video hosting by TinyPic



A salsa é uma das ervas com propriedades terapêuticas menos reconhecidas. Ela contém mais vitamina C do que qualquer outro vegetal da nossa culinária (166mg por 100g).


Isso é três vezes mais que a laranja. A salsa contém também ferro (5.5mg /100g), manganésio (2.7mg / 100g), cálcio (245mg / 100g) e potássio (1mg / 100g).


De acordo com o Padre Kniepp, essa planta é um poderoso diurético, curando a retenção de água no organismo, sendo recomendada para pedra nos rins, reumatismo e cólica menstrual. Sua alta concentração de vitamina C ajuda na absorção de ferro.


O suco de salsa, sendo uma bebida natural, pode ser tomado misturado com outros sucos, 3 vezes ao dia.
As folhas podem ser mantidas no congelador, e seu uso é recomendo na culinária diária, pois além de saudáveis, dão ótimo sabor a qualquer receita.


================


"Melhor prevenir do que remediar", já diz o ditado. Então, vamos cuidar dos rins enquanto há tempo; vamos fazer e beber o chá de salsa.


Dora Saunier


Read More

17 agosto 2010

10 Maneiras de Ficar Mais Inteligente



10. Coma peixe
Peixes oleosos são ricos em DHA, um ácido graxo Omega-3 responsável por 40% da formação das membranas celulares e podem melhorar a neurotransmissão. O DHA é necessário para o desenvolvimento do cérebro do feto e vários estudos ligaram dietas com bastante peixe à redução do declínio mental com a idade avançada. Mas antes que você morda a isca saiba que estes estudos se basearam no que as pessoas lembravam sobra as suas dietas, uma tarefa que cheia a peixe. Testes com Omega-3 em ratos não mostraram melhora nas habilidades cognitivas.

9. Beba chá
A cafeína do chá verde e preto faz o corpo pegar no tranco e afia a mente. Não é bom beber café e energéticos. Para um ganho cerebral excelente faça pausas regulares para beber chá. Doses pequenas durante o dia são melhores do que tomar uma única grande dose.

8. Sem pânico
Enquanto um leve nervosismo pode melhorar o desempenho cognitivo, períodos de estresse intenso nos transformam em neandertais. Tente controlar a sua respiração.

7. Mais devagar
Não existe o fenômeno anunciado por aí chamado de "leitura dinâmica". Ao menos se o seu conceito de "leitura" significa compreender o texto. Estudos mostram que os leitores rápidos vão muito pior quando questionados sobre o texto. A resposta motora da retina, e o tempo que a imagem leva para ir da mácula para o tálamo e em seguida ao córtex visual para processamento, limita os olhos para cerca de 500 palavras por minuto, em eficiência máxima. O estudante universitário comum alcança,cerca da metade disto.

6. Mantenha-se afiado
Pesquisadores italianos descobriram que pessoas que tem mais de 65 anos que andam cerca de 9 km por semana em passo moderado tem 27% menos chance de desenvolver demência do que adultos sedentários. Os pesquisadores pensam que exercícios possam melhorar o fluxo sanguíneo no cérebro.

5. Pratique
Pratique os tipos de questões que aparecem nos testes de inteligência. Ao se preparar para problemas verbais, numéricos e espaciais, típicos dos exames psicrométricos, você pode melhorar o seu escore.

4. Zzzzzz
Tirar uma soneca rápida no escritório pode deixar seu chefe irritado?Informe-o que você, na verdade, merece uma promoção de acordo com os últimos resultados dos estudos sobre o sono. Um breve cochilo pode melhorar a sua memória, mesmo que dure apenas seis minutos.

3. Jogue videogame
Todo mundo que implorou por um videogame agora vai conhecer o melhor argumento para conseguir um: "Você não quer que eu tenha uma coordenação visual e motora inferior, quer?" Agora você pode falar que alguns jogos o tornam mais inteligente assim como o Brain Age, da Nintendo. Depois de esforços cuidadosos os jogadores "sentem seus cérebros rejuvenescerem".

2. Exercícios
Estudos mostram que estudantes que praticam exercícios aeróbicos regulares ajudam a construir matéria cinza e branca no cérebros de adultos mais velhos. Em crianças o ponto alto foi o de levar a melhores performances em exames cognitivos.

1. Descubra
Aprender novas coisas pode reforçar o cérebro, especialmente se você acredita que pode aprender novas coisas. É um círculo vicioso: Quando você pensa que está tornando-se mais inteligente, você estuda mais, criando mais conexões entre os neurônios.
Veio daqui!

Read More

14 agosto 2010

Ele fez o mundo tremer


Image and video hosting by TinyPicNo século XIII, Gêngis Khan fundou um império que mais tarde iria do mar Cáspio ao oceano Pacífico, a partir da Mongólia. Tanto poder e preparo contrastam com sua origem: o líder passou a infância em completo desalento (Raro retrato do conquistador que tomou para si e para seus filhos a Ásia e parte da EuropaRetrato de Gêngis Khan, pintura em seda, escola chinesa, c.1155).


Nas profundezas da Ásia da segunda metade do século XII, a Mongólia oriental era um país bonito, mas rude. O clima da região era especialmente favorável à formação de guerreiros saudáveis e resistentes. Esses homens eram extraordinários cavaleiros, e seus animais, inigualáveis. Além disso, o armamento dos guerreiros incluía arcos excepcionais.



Nesse ambiente, ninguém poderia imaginar que aquele garotinho chamado Temudjin, nascido em um dia situado ora em 1155, ora em 1162, ora em 1167, estava fadado a resgatar a tradição de conquistas de seu povo.


E ainda a viver a aventura mais assombrosa que o mundo conheceu e a fundar o maior império da história em extensão contínua de terra.


O menino viveu os primeiros anos no seio da família nobre, mas modesta e sem maiores distinções. Aos 9 anos, perdeu o pai, assassinado pelos tártaros, o povo mais feroz e valente da Mongólia - por ironia, o adulto Gêngis Khan buscaria nessa tribo soldados para seu exército.


Nesse ambiente, ninguém poderia imaginar que aquele garotinho chamado Temudjin, nascido em um dia situado ora em 1155, ora em 1162, ora em 1167, estava fadado a resgatar a tradição de conquistas de seu povo.



MAPAS ERIKA ONODERA


Image and video hosting by TinyPic


Oriundo de um pequeno território (mancha laranja), o futuro Gêngis Khan venceu todas as tribos vizinhas. Em 1206, era chefe de um verdadeiro Estado


A morte do pai significou o abandono da família pela sociedade local. Temudjin, com a mãe e os irmãos, viu-se reduzido a uma existência miserável nos montes Kentai. Mesmo faminto, acossado, quase sempre ameaçado de morte e até mesmo aprisionado uma vez, o garoto mongol conseguiu sobreviver e crescer em força e energia. Em dado momento, ficou noivo e se casou com alguém à imagem da mãe: dominante.


O casamento permitiu-lhe reingressar na sociedade e ficar sob a proteção da poderosa família da noiva, os kereyt, turcos cristianizados. A vida sem desalento também revelou seu gênio: em poucos anos, Temudjin se impôs e adquiriu ascendência considerável sobre os que falavam sua língua, o mongol. Tanto que, em 1196, foi eleito chefe, o khan. E logo tratou de se li vrar dos inimigos e invejosos e dos que se opunham à sua ascensão.


Em 1202, vingou o pai vencendo os tártaros e obrigando-os a servi-lo. Em 1204, o khan subjugou os turcos naimanos. Em 1206, os uigures aderiram espontaneamente ao poderoso chefe - eram igualmente turcos, mas do longínquo Turquestão chinês.


Depois de destruir, Gêngis Khan reconstruía. Não tinha como ressuscitar os mortos, mas mandava buscar outros vivos que os substituíssem. Em toda parte, organizava, instituía uma administração eficaz, recrutava os habitantes que a ele aderissem.


O chamado "perigo amarelo" já era conhecido na Europa, como memória assombrosa do século V, quando os hunos, liderados por Átila, promoveram ataques e conquistas em vários países. Provavelmente, eles provinham de tribos nômades da Ásia central.
No século XII, porém, parecia remota a possibilidade de ataques de nômades do Oriente. Fazia muito tempo que eles estavam quietos. Os turcos uigures, que formaram o último império das estepes, haviam sido destruídos em 840 por outros turcos, os quirguizes do Ienissei. Os vitoriosos nada construíram e não tardaram a recuar para o vale de seu rio, em 924.


A ÁSIA EM ARMAS


É de se perguntar como um povo tão pequeno conseguiu subjugar o mundo e empreender campanha em tantas frentes ao mesmo tempo. De fato, em toda parte por onde passavam, os imperadores recrutavam auxiliares, três homens em dez, notava-se às vezes. Os mais numerosos devem ter sido os turcófonos, mas também havia iranianos, árabes, caucasianos, chineses (em 1217, Gêngis Khan formou um corpo de artilharia chinês) e até arcabuzeiros mercenários.


Foi como se a Ásia inteira tivesse atacado a Europa em 1241. Essa reunião extraordinária de pessoas e a fidelidade que elas mostravam a seus vencedores causavam assombro. No entanto, é preciso concluir que, apesar dos horrores da guerra, o regime do vencedor agradava, tanto que angariou adeptos entusiastas entre os vencidos.
Por quê? Porque se apoiava na justiça, na solicitude, na tolerância religiosa. E porque impunha a paz e eliminava o banditismo, suprimia as fronteiras, estimulava o comércio, o artesanato, as artes e a ciência; porque onde quer que se estabelecesse gerava um renascimento extraordinário.


Jean-Paul Roux é escritor e ex-professor de arte islâmica da École du Louvre. Dedicou boa parte de sua vida ao estudo do mundo muçulmano, com foco nos turcos e nos mongóis.


por Jean-Paul Roux


Enviado por Alzira Miranda


Fonte: História Viva


Read More

11 agosto 2010

Teseu e o fio de Ariadne


Image and video hosting by TinyPic"Segundo a mitologia grega um jovem herói ateniense chamado Teseu, ao saber que sua cidade deveria pagar a Creta um tributo anual composto de sete rapazes e sete moças a serem entregues ao insaciável Minotauro que se alimentava de carne humana, solicitou ser incluído dentre eles. O Minotauro vivia em um labirinto, constituído de salas e passagens intrincadas do palácio de Knossos, cuja construção é atribuída ao arquiteto Dédalo.



Ao chegar em Creta, Teseu conheceu Ariadne, a filha do rei, que se apaixonou por ele. Ariadne, resolvida a salvar Teseu, pediu a Dédalo a planta do palácio. Ela acreditava que Teseu poderia matar o Minotauro, mas não saberia sair do labirinto.


Ariadne deu um novelo a Teseu recomendando que o desenrolasse à medida que entrasse no labirinto, onde o Minotauro vivia encerrado, para encontrar a saída. Teseu usou essa estratégia, matou o Minotauro e, com a ajuda do fio de Ariadne, encontrou o caminho de volta".


Na fotografia, capturada em 14 de maio de 2010, vemos o ônibus espacial Atlantis em sua última viagem rumo ao espaço. A trilha que deixa desde o solo lembra o fio de Ariadne, ligando a Terra às grandes altitudes, em um tênue rastro de produtos de combustão que todavia logo irá se desfazer ao vento. Os herois que sobem ao vácuo do espaço devem encontrar seu próprio caminho de volta.


Mas há ainda outra interpretação no mito do fio de Ariadne e a exploração espacial: estamos em verdade dentro do labirinto do Minotauro, lutando e sacrificando milhões de jovens e moças em conflitos estúpidos e ultimamente fúteis nos meandros deste único planeta. Um Pálido Ponto Azul, como dizia Carl Sagan, um grão de poeira suspenso em um raio de Sol, um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica.


E, no entanto, jamais saímos dele. O mais longe a que enviamos herois foi a nossa própria Lua. Estamos presos em um labirinto e somos nossos próprios monstros, quando há um Universo infinito de possibilidades e conquistas aguardando para ser explorado.


Os fios de Ariadne que criamos com nossas naves espaciais indicam não o caminho de volta à Terra, mas o de destino ao Universo sem fim.


Reprodução do site: Sciencecblogs


Read More

08 agosto 2010

Como Seu Corpo Reage aos Refrigerantes?


beber_refrigerante_pelo_nariz Primeiros 10 minutos: 10 colheres-de-chá de açúcar batem no seu corpo, o que significa: 100% do recomendado diariamente. Você não vomita imediatamente pelo doce extremo porque o ácido fosfórico corta o gosto.


Passados 20 minutos: o nível de açúcar em seu sangue estoura, forçando um jorro de insulina. O fígado responde transformando todo o açúcar que recebe em gordura. (É muito para esse momento em particular.)



Passados 40 minutos: a absorção de cafeína está completa. Suas pupilas dilatam, a pressão sanguínea sobe, o fígado responde bombeando mais açúcar na corrente. Os receptores de adenosina no cérebro são bloqueados para evitar tonteiras.


Passados 45 minutos: o corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando os centros de prazer do corpo. (Fisicamente, funciona como a heroína.) Nossa, acho que é por isso que vicia!!!


Passados 50 minutos: o ácido fosfórico empurra cálcio, magnésio e zinco para o intestino grosso, aumentando o metabolismo. As altas doses de açúcar e outros adoçantes aumentam a excreção de cálcio na urina.


Passados 60 minutos: as propriedades diuréticas da cafeína entram em ação. Você urina. Agora é garantido que porá para fora cálcio, magnésio e zinco, dos quais seus ossos precisariam. Conforme a onda abaixa, você sofrerá um choque de açúcar. Ficará irritadiço. Você já terá posto para fora tudo que estava no refrigerante, mas não sem antes ter posto para fora, junto, coisas que farão falta ao seu organismo.


Pense nisso antes de beber refrigerantes. Prefira sucos naturais. Seu corpo agradece!


Read More

05 agosto 2010

O que fazer quando se fica muito tempo em frente ao computador?


Veja a seguir uma resumo dos sintomas apresentados quando o tempo diante do computador é extremamente excessivo:


!cid_5AF9617971AF4F9BA3987297276F0614@user877969025a



Olhos ressecados


O número de piscadas cai até 30%. durante o trabalho em frente ao computador. Assim, ocorre uma rápida evaporação do filme lacrimal, uma fina camada de água que recobre os olhos. A córnea, então, fica seca. Daí, o olho pode ficar irritado, já que há menos proteção. Qualquer partícula de poeira causa incômodo e a visão pode ficar embaçada.



!cid_693EA46866FC46CBB15934AA2FA9FE1B@user877969025a


Cansaço visual


Para ler as informações na tela, a gente, sem se dar conta, faz um grande esforço. Depois de horas e horas de leitura, os músculos que sustentam o cristalino, lente responsável por focar o que vemos, entram em fadiga, deixando a visão turva e desfocada. Luz de mais ou de menos também contribui para o desconforto, porque a pupila tem de se fechar ou se abrir mais para controlar a passagem dos raios luminosos.


!cid_604A41AFB5DA4C3E9088EBCE97143052@user877969025a


Pescoço tensionado

A flexão exagerada do pescoço sobre a tela é ruim para os músculos da região. Eles tendem a ficar contraídos e duros, como esponjas que retêm água, e não conseguem voltar rapidamente a seu formato original.




!cid_7AE51E1FAF7C4CA393C8F9EAB63F1534@user877969025a


Postura e coluna


Quando sentamos inclinados em direção à tela do computador e em cadeiras inadequadas, a curvatura da lombar fica mais plana e a curva das vértebras cervicais, mais acentuada, em forma de corcunda. Os músculos são tensionados e pressionam os nervos da coluna, causando dor nas costas. Depois de muito tempo sendo tracionada, a musculatura relaxa e a tensão vai toda para os ligamentos. A sensação de queimação, ou dor do arrancamento de prego, como também é conhecida, aumenta progressivamente.


!cid_05E436C8D0724F7680CE194E7EBC43EB@user877969025a


Tendão lesionado


Muito comum, a LER (lesão por esforço repetitivo) inclui uma série de problemas, como tendinite (inflamação dos tendões dos dedos e punhos), tenossinovite (inflamação de membranas dos tendões) e
bursite (inflamação das bursas, almofadas que permitem o deslizamento dos tendões).



!cid_CF1E4D768E604959A7CA586BF73BF714@user877969025a


Inchaço nas pernas


Esta posição pressiona os vasos da coxa e, dessa forma, torna-se mais difícil para o sangue fazer o caminho de volta para o coração. Ele fica represado nas veias, que se distendem e permitem a passagem de água para os tecidos, inchando as pernas.




!cid_2C3E503EA5584D5ABAD6C48B3D787258@user877969025a


Barriga saliente


Quando a musculatura das costas fica tensionada, caso de quando a gente se senta horas a fio diante do PC, os músculos do abdômen acabam relaxados.
Aí, sem a prática regular de exercícios físicos, a barriga começa a exibir sinais de flacidez e se transforma em um alvo fácil para o acúmulo de gordura.



Por Amanda Polato


Read More

02 agosto 2010

Você sabe o que é "Psicografia"?


Image and video hosting by TinyPicA psicografia, uma das muitas possibilidades de expressão mediúnica existentes, é a capacidade que alguns médiuns possuem de escrever mensagens ditadas ou inspiradas por espíritos. Para os seguidores do espiritismo, a comunicação com o mundo espiritual é um processo natural. Como acreditam na continuidade da vida após a morte - encarada como apenas uma passagem para um outro nível de existência - não haveria porque cessar o livre fluxo de informações e ensinamentos após o desencarne.



Não se pode negar o conforto espiritual oferecido por este tipo de contato, capaz de aliviar a dor da perda e reforçar a certeza de que os laços de afeto não se desfazem após a morte e de que a separação é apenas momentânea e, no fim das contas, ilusória. Mas a psicografia não se restringe a mensagens pessoais, dirigidas a membros da família e pessoas próximas. Podemos encontrar desde mensagens mais gerais, dirigidas a um grande número de pessoas, até livros inteiros ditados por espíritos desencarnados, com o intuito de passar conhecimentos e ensinamentos acerca da vida após a morte, do funcionamento do mundo espiritual, orientações de caráter moral e ético e palavras que oferecem consolo, fé e explicações para os momentos difíceis que enfrentamos, tanto na vida pessoal, quanto no mundo em geral.


Chico Xavier foi um dos mais ilustres médiuns a possuir este dom, que começou a desenvolver ainda na adolescência. Além do atendimento ao público, onde reproduziu mais de 10 mil mensagens em sessões abertas ao público, ele também publicou, ao todo, 412 livros, todos psicografados, boa parte por dois seres que teriam sido seus principais guias espirituais, Emmanuel, que o teria acompanhado desde a infância e, posteriormente, André Luiz. Obras como "Nosso Lar", "Parnaso de Além Túmulo", "A Caminho da Luz", "Há Dois Mil Anos" e muitos outros, que até hoje figuram nas listas dos mais vendidos entre os títulos espíritas - tendo sido inclusive traduzidos e publicados em diversos idiomas - juntamente com os tradicionais livros sobre a doutrina codificada por Allan Kardec em 1857, como "O Evangelho Segundo o Espiritismo" e "O Livro dos Espíritos".


Hoje em dia, o médium baiano Divaldo Franco, 83 anos, é um dos mais conhecidos representantes da religião espírita. Com cerca de 250 livros psicografados, ele também se dedica a dar palestras, também inspiradas por espíritos, com o objetivos de oferecer mensagens de fé e desenvolvimento espiritual.


Não podemos deixar de citar também o livro "Violetas na Janela", psicografado pela médium Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho e publicado em 1993. Neste romance, o espírito de uma jovem, que desencarnou aos 19 anos, narra sua vivência no mundo espiritual, desde o auxílio recebido logo após a morte, até sua adaptação à nova vida, o reencontro com entes queridos e a tarefa de auxiliar outras pessoas também recém desencarnadas em sua passagem. "Violetas na Janela" tornou-se um best-seller e foi adaptado para o teatro. O espetáculo também virou um fenômeno de bilheteria e foi assistido por mais de 300 mil pessoas em todo o Brasil, permanecendo dez anos em cartaz, entre 1997 e 2007.


Antes restritos às sessões em centros kardecistas ou às livrarias exclusivamente espíritas, estas obras hoje encontram-se mais acessíveis a todos os que desejem saber mais sobre a religião e entender melhor este fenômeno capaz de aproximar almas que estão, momentaneamente, separadas pelas diferentes dimensões da vida.


Read More